As expectativas dos adultos

Boy aiming ball at basketball net

Era uma vez um menino que tinha muitas dificuldades para jogar basquete, mas insistia apesar da visível falta de progressos. Em dado momento, começou a pedir insistentemente para participar do campeonato no clube, o que gerou  preocupação em sua mãe. Ela percebia que o filho jogava muito mal em relação aos outros meninos e, com muito bom senso, temia que ele tivesse uma grande decepção. O pai se colocou em posição diferente e sustentou o pedido do filho.
Começaram os jogos e eis que o menino nem se aproximava da bola, apenas deslocava-se em campo numa postura altiva e desenvolta, praticamente num “faz de conta que eu jogo”. Era visível sua alegria ao vestir o uniforme, o prazer em participar, sua atitude de companheirismo com os colegas. O importante para o garoto era ocupar esse lugar.
Os erros aconteceram e foram absolutamente suportáveis para ele. A partir daí começou a jogar cada vez melhor! Ganhou coragem para “chegar na bola”, os progressos começaram.
O medo da mãe era devido às suas expectativas de desempenho e ao que ela imaginava que seria para ele a participação no campeonato.
O filho, muito pelo contrário, não sofreu decepção alguma, foi totalmente vitorioso no seu “ensaio” para tornar se um jogador de basquete!
As crianças fazem essas experiências… Oxalá os adultos pudessem perceber que as derrotas nascem nas expectativas.
·

Helena Grinover e Marcia Arantes

http://www.marciaarantes.com

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s