A babá

baba-Os alunos do sétimo ano do ensino fundamental apresentam uma peça de teatro na escola. O texto, escrito por eles, narra episódios da vida familiar. Uma das personagens é a babá que em dado momento diz: ‘adoro crianças, passo o dia todo com elas, tomo conta, ensino, lavo, alimento e no fim do dia entrego para a mãe, esperando meu salário, evidentemente!’. Em outra cena, uma personagem criança interpela a outra, sua amiga: ‘os empregados já ” tomaram conta” da sua família?’

As crianças e seus pais precisam de momentos de separação para que  possam se realizar num mundo que existe para além do lar, das relações familiares…

Entretanto, o que os alunos retratam é o domínio, a terceirização, a falta de legitimidade dos cuidados exercidos por essas substitutas das funções materna e paterna.

Orientar esse serviço é uma tarefa difícil e delicada, inevitavelmente a personalidade da colaboradora irá interferir na educação das crianças e quanto mais novas elas forem, maior será a influência.

É importante acompanhar de perto o trabalho da profissional  e ensiná-la a agir como uma representante autorizada dos valores, das palavras e desejos dos pais.  A pessoa que não se disponha a ocupar essa posição não é indicada para ser babá.

Helena Grinover e Marcia Arantes

Contato: (11)30343065

Um pensamento sobre “A babá

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s